Banzai Coworking

5 dicas para planejar as metas do ano sem sabotagem

Homem feliz

As pessoas veem nesta época do ano a oportunidade de olhar pra trás e sentir gratidão por todas as realizações e conquistas do ano que passou e, aproveitam para (re)programar o mindset e passar tudinho para a famosa lista de planos de fim de ano com os próximos objetivos para o que vem aí.

Falando nisso, você já traçou as suas metas pessoais, profissionais, de relações ou qualidade de vida para 2017? Nãooo! Como assim? A correria, afobação e as típicas compras de fim de ano não te deixaram com muito tempo não é mesmo!?

Pensando nisso, vamos te dar uma forcinha pra fechar o ano com o mindset afiado e começar 2017 focado para realizar coisas incríveis. Então bora planejar e transformar as metas em ações! Preparamos um check list com a ajuda do Master Coach Diego Nicolau, da Kasulo Desenvolvimento Humano.

Papel e caneta para responder as perguntas, não se esquecer (e nem sabotar) nenhuma meta 😉

Quem é a sua versão 2.0?

Primeiro você tem que ter muito claro em mente o que realmente quer para a sua carreira e/ou vida pessoal. Você tem? Ótimo! Então escolha três palavras que definem a sua melhor versão. Pense em algo que só você faz de melhor ou algo que queira aperfeiçoar. Pensou? Anote no papel e guarde, pois vamos usar tudo isso aí depois.

Você está satisfeito?

Feito isso, numere de 1 a 10 qual é o grau de satisfação com cada área da vida. Avalie saúde, disposição, aprendizado, realização, propósito, recursos financeiros, contribuição social, relações familiares e sociais, além da criatividade, hobbies e espiritualidade.

Uma meta para cada área

Agora, elabore uma meta para cada área que comentamos acima. Ah! Leve em consideração aquelas três palavras que definem a sua melhor versão e/ou aquilo que você está disposto a aprender no ano novo. Confere aí a dica do Master Coach:

A gente sabota porque não sabe se essa meta é pra nós.

Hábitos ajudam a cumprir metas

Temos que encontrar formas para as metas se concretizarem. Você já ouviu falar de Inteligência Emocional? Ela pode ajudar o indivíduo a ter capacidade de avaliar e reconhecer seus próprios sentimentos, ou seja, quando você deseja, mentaliza e repete, tem mais chances de fixar no inconsciente. E olha só a dica do Diego Nicolau:

Para tornar algo um hábito precisamos repetir 1.000 vezes ou 1.000 horas.

O que você realizou?

Depois disso, olhe pra trás e liste o que você realizou em 2016. Essas conquistas e realizações fazem parte da lista de promessas do ano passado? Isso é um bom sinal! Você está no caminho certo.

E nada de engavetar as metas do ano novo e abrir só nos 45 segundos do segundo tempo. É preciso ajustar as metas constantemente, conforme o rumo que a vida toma. Agora é com você fazer um ano incrível!

** Este blog é colaborativo. Todas as opiniões aqui expressas são pessoais e não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo blog. O Banzai Coworking não se responsabiliza pela precisão ou confiabilidade de quaisquer informações compartilhadas pelos autores das publicações, mas fica a disposição para corrigir ou retirar conteúdos que forem considerados impróprios. Para comunicar algo, basta entrar em contato através do email compartilhe@banzaicoworking.com.br.

Deixe o seu comentário

mm

Luiz Sanchez

Metido a escritor e amante das artes. Aspirante a ator(doado), atuante em outros palcos da vida, como o da comunicação empresarial, desde que me entendo por gente. Sou jornalista, troca letras, especializado em Assessoria de Comunicação e Marketing, coworker do Banzai e big boss na agência Insight Comunicação Estratégica.

Acompanhe o Banzai

Você já deve ter percebido que nós gostamos de compartilhar né?
Então segue a gente nas nossas redes sociais e participe da nossa comunidade!