Banzai Coworking

Começar a correr mudou a minha vida

Começar a correr

Depois de muitos convites de um amigo que promove corridas de rua na cidade e região há dois anos resolvi aceitar e me inscrever para uma prova de 5km. Eu estava 20 kgs acima do meu peso, mas topei o desafio de começar a correr. Daquele dia em diante nunca mais parei.

Já fiz muitas provas, sempre com o objetivo de completar, o tempo nunca foi uma preocupação. Posso dizer que tive uma rotina frenética na corrida, pois queria fazer todas as provas possíveis de todas as distâncias que via pela frente.

Conforme eu corria, os desafios evoluíam. Participei de várias corridas de 10km, daí resolvi fazer minha primeira meia maratona, na cidade de Toledo, na prova do Rotary. Meu desempenho foi melhor que eu imaginava e a sensação ótima. Sai de lá pensando em fazer uma maratona e assim foi.

Coloquei algumas provas de 21k no currículo até que criei coragem e me inscrevi para minha primeira maratona, a de Foz do Iguaçu, considerada a mais difícil do Brasil. Com largada no vertedouro da Usina Hidrelétrica de Itaipu, já no segundo quilômetro começa uma subida que continua até o km 6.

Na chegada, em um dos cenários mais lindo do mundo – as Cataratas do Iguaçu-, a sensação foi a melhor do mundo. Sofri do km 30 em diante, mas terminei. Chorei, sorri, senti muitas dores durante uma semana, mas foi uma das melhores coisas que vivi, pois percebi que podia muito e que, enfim, tinha encontrado algo que me identificava.

Mas não parei por aí! A corrida me levou a lugares que eu jamais pensei em conhecer, nem se fosse de carro ou comprasse um pacote de viagem. Conheci cidades paranaenses como Tibagi e seu lindo Canyon Guartelá; e Bituruna e sua corrida que passa dentro das vinícolas e por baixo das parreiras de uva.

No Mato Grosso do Sul fui a Bonito participar de uma prova dentro do Parque da Onça na Serra da Bodoquena, corrida muito desafiadora e linda. No Rio de Janeiro corri uma das meias maratonas mais lindas do Brasil.

Na mítica e desafiadora São Silvestre, no último dia do ano em São Paulo, posso dizer que a temida Brigadeiro realmente e difícil. Foram muitas cidades e muitas corridas diferentes.

Hoje já tenho no currículo duas maratonas, uma ultramaratona de 82 km, várias meias e corridas de 10km e muitas provas de 5km, mas continuo buscando novos desafios.

A corrida já faz parte da minha rotina e tem uma grande contribuição em meu bem-estar e auto-estima.

Consegui atingir um equilíbrio na alimentação, perder 20kg e reduzir pelo menos metade da minha ansiedade. Minha vida familiar melhorou muito, as amizades que fiz não tem explicação, são coisas que nunca imaginei conquistar, que só com a corrida de rua conquistei!

Corro por prazer e para me sentir livre

E vai muito além do ato de correr e do esporte. A corrida, acima de tudo, é mental.

Eu sempre falo que a gente corre com a cabeça e as nossas pernas obedecem. A cabeça é tudo em uma prova longa, pois o seu mental tem que estar preparado para as dificuldades que uma prova pode trazer.

A corrida ensina que a sua cabeça pode ser a maior aliada em qualquer circunstância da vida e que o impossível não existe.

Por isso em qualquer lugar que eu vou, levo comigo um par de tênis e o meu Garmin.

Minha próxima meta é a maratona do Rio de Janeiro e o desafio na cidade maravilhosa, em junho deste ano. Serão 21k no dia 02/06 e 42k no dia 03/06 em dois dias 63km de muitos desafios!!!

Qual é o seu desafio na corrida?

Atualmente digo com a maior certeza do mundo: começar a correr mudou a minha vida, em todos os sentidos!

Siga meu perfil no Instagram e veja meu dia a dia de treino, rotina e muito mais.

Vou adorar ter você por lá também!

Quem sabe não te motivo um pouco a entrar para o mundo do esporte 💪🏽

** Este blog é colaborativo. Todas as opiniões aqui expressas são pessoais e não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo blog. O Banzai Coworking não se responsabiliza pela precisão ou confiabilidade de quaisquer informações compartilhadas pelos autores das publicações, mas fica a disposição para corrigir ou retirar conteúdos que forem considerados impróprios. Para comunicar algo, basta entrar em contato através do email compartilhe@banzaicoworking.com.br.

Deixe o seu comentário

mm

Maicon da Cunha

Pai do Vicente e do João Vitor, casado e apaixonado pela Teresinha Lanzarini ♥︎ Mas em seu coração também tem lugar para corrida de rua e vendas. Adora sair correndo por aí em busca de desafios, motivar e incentivar pessoas a correrem. Da paixão pela corrida nasceu o app iCorreu, seu novo empreendimento.

Acompanhe o Banzai

Você já deve ter percebido que nós gostamos de compartilhar né?
Então segue a gente nas nossas redes sociais e participe da nossa comunidade!