Banzai Coworking

Um medo, alguns mitos e a maior verdade sobre o BLW

Bebê com as manhã

O método BLW vem ganhando cada vez mais seguidores em todo o mundo. A sigla pode parecer novidade, mas na prática talvez você já tenha até experimentado esse conceito sem saber. O termo é a abreviatura para Baby-Led Weaning que no Brasil ganhou a tradução “desmame guiado pelo bebê”.

Ao contrário da introdução alimentar tradicional, no BLW a criança utiliza a curiosidade para explorar sabores e texturas ingerindo alimentos sólidos. Ao invés do suco é apresentada a fruta. Verduras e legumes são servidos separadamente no lugar da papinha, normalmente a partir dos seis meses.

Mas como saber quando o bebê pode começar?

➡ Já senta com pouco ou sem apoio
➡ Agarra os alimentos e os leva até a boca
➡ Faz movimentos de mastigação

Quero comida

A pergunta que não quer calar

E se ele engasgar?

Sentado na cadeira de alimentação, o bebê corre menos risco justamente porque tem mais controle daquilo que leva à boca. É claro que alguns alimentos não são os mais indicados, então informação e auxílio profissional ajudam a garantir refeições sem medo! Para ficarem mais confiantes, o ideal mesmo é os pais aprenderem a diferença entre engasgo e gag-reflex, além das técnicas de primeiros socorros [lá no final a gente te mostra como :D].

Nana-nina-não

Isso tudo não passa de mito!

Agora é hora de derrubar três dos principais mitos sobre BLW!

➡ É só dar a comida em pedaços
➡ Pode deixar o bebê comer sozinho (sem companhia)
➡ O BLW serve para o bebê conhecer os alimentos, mas não fornece os nutrientes necessários

BLW é muito mais que oferecer os alimentos em pedaços espalhados no bandejão da cadeira de alimentação. O método tem a ver com valorizar a autonomia, respeitar o ritmo do bebê e incentivar a convivência familiar, já que a proposta é pais e filhos se alimentarem ao mesmo tempo.

Ir lavar louça ou assistir o finalzinho do jornal nem pensar! Ao optar pelo BLW, os pais ou responsáveis se comprometem em dividir a refeição com o bebê. Além de ser importante no processo de desenvolvimento cognitivo e motor, a supervisão de um adulto é indispensável para auxiliar e garantir a segurança dele.

Para fazer dar certo é preciso muita dedicação e persistência. Até as refeições engrenarem é comum pairar a dúvida se o bebê está bem alimentado e, principalmente, nutrido. Na real, seja qual for o método que os pais utilizem, a escolha por alimentos saudáveis vai ser sempre a garantia da nutrição dos pequenos.

Doa a quem doer

O BLW não é para todos

Mas só traz vantagens para os pais que perseveram!

➡ Escolhas alimentares mais saudáveis: opções limpas e nutritivas
➡ Desenvolvimento da fala: habilidade de mastigar naturalmente
➡ Menos obesidade: o bebê para quando se sente satisfeito
➡ Diversão, confiança e convivência familiar: sem pressão e mais satisfação

Gostou da ideia?

Então olha só, a chef de cozinha e consultora em Alimentação Infantil, Nati Bruning, vai dar um workshop super bacana sobre o assunto no Banzai. Além de contar todos os detalhes sobre o método BLW, ela vai apresentar os alimentos adequados, os cortes mais seguros e também vai rolar uma prática de primeiros socorros. E o mais legal é que você pode levar o bebê a tiracolo 😀 Inscreva-se já!

** Este blog é colaborativo. Todas as opiniões aqui expressas são pessoais e não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo blog. O Banzai Coworking não se responsabiliza pela precisão ou confiabilidade de quaisquer informações compartilhadas pelos autores das publicações, mas fica a disposição para corrigir ou retirar conteúdos que forem considerados impróprios. Para comunicar algo, basta entrar em contato através do email compartilhe@banzaicoworking.com.br.

Deixe o seu comentário

mm

Ana Karla

Jornalista, atualmente produtora de conteúdo. Escrevo e dou pitaco sobre tudo, mas tenho carinho por assuntos que ajudam empreendedores (como eu) a serem melhores. Toco com meus dois sócios o Banzai Coworking e a Rulez, no interior do Paraná.

Acompanhe o Banzai

Você já deve ter percebido que nós gostamos de compartilhar né?
Então segue a gente nas nossas redes sociais e participe da nossa comunidade!